Psicologia Forense

 

A psicologia forense é a área da psicologia que envolve sua relação com assuntos ligados a esfera jurídica ou forense. O termo forense se aplica a tudo que se refere. Então o psicólogo forense atua nas áreas que envolvem a relação com a justiça, seja ela civil, criminal, de família, do trabalho e outras

Please reload

Serviço

 

  • Consulta em Psicologia Jurídica/ Forense

 

 

 

  • Parecer em Psicologia Jurídica

 

 

 

 

 

 

  • Laudo ou Relatório de Avaliação Psicológica

 

 

 

 

 

 

 

  • Psicodiagnóstico em Psicologia Forense

 

 

 

 

 

 

 

 

  • Assistência Técnica em Psicologia Jurídica

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Exemplos de situações que envolvem o trabalho do psicológico na esfera jurídica/forense:

 

 

 

 

 

  • Área Criminal:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  • Familiar:

 

 

 

 

 

 

 

 

  • Trabalhista

 

 

 

 

 

Finalidade

 

  • Orientar  e informar sobre questões relacionadas ao campo  psicológico/jurídico.

 

 

  • Elaboração de um documento chamado parecer, isto é,  uma opinião fundamentada sobre determinada questão ou situação que envolve a área  psicológica jurídica (cível, criminal, trabalhista e outros)

 

 

  • Elaboração de um documento decorrente de uma avaliação psicológica e suas implicações que possa ter com a esfera  jurídica. Muitas vezes a avaliação pode ser realizada quando ainda não há uma ação judicial, mas pode servir para fundamentar a propositura de uma ação.

 

 

  • Elaboração de diagnóstico psicológico  e suas implicações âmbito jurídico.

 

 

  • A parte por direito pode constituir assistente técnico geralmente quando houver a necessidade do trabalho pericial. No caso da psicologia a atuação do assistente técnico pode ser fundamental ou determinante no curso de um processo. Dentre suas atribuições o assistente técnico pode realizar:

 

 

       Estudo psicológico dos autos do processo.

 

 

       Elaboração de quesitos, questões técnicas                  que devem ser respondidas pelo perito.

 

       Manifestação sobre o documento pericial.

 

       Avaliação Psicológica ou do perfil de                            personalidade das partes envolvidas no                      processo.

 

 

 

 

 

 

 

  • No exame de Inimputabilidade, Avaliação da Responsabilidade Penal Diminuída, Auxílio da formulação de razões ou contra-razões criminais, na formulação de quesitos, recursos criminais, estratégias em processos de Júri, orientação psicológica em processos por delitos de natureza sexual ou intrafamiliar, questões relacionadas à dependência de drogas, acidentes e infortunística.

 

 

  • Relação Parental, Divórcio, Síndrome de Alienação Parental (efeitos psicojurídicos), Questões de Guarda e Adoção, Interdição e outras incapacidades, , Paternidade Socioafetiva, Avaliação e verificação de abusos sexual e violência contra criança, Estudo das dinâmicas psico-social familiar com repercussões no âmbito sucessório.

 

 

  • Abuso Moral nas relações de Trabalho, Abuso Sexual, Avaliação de Estresse Laboral, Síndrome de Burnout, Síndromes Psíquicas decorrentes da Relação de Trabalho. Relação de Nexo-Causal das Psicopatologias. Dano Moral.​